5 DJs nacionais que tem transformado a cena

O sound system que chegou ao Brasil na última década parece já ter vindo sob encomenda, adaptado à música e ao jeito de fazer música dos brasileiros. A estética Dubstep, de influência jamaicana, encontrou o house, a bassmusic  e os gêneros mais marcantes da favela nacional, como o samba, o reggae, o rap e o funk para criar combinações envolventes, trabalhosas de se entender e inevitáveis para os ouvidos, a mente e o quadril.

O Blog do Buda separou algumas sugestões de DJs brasileiros que parecem realmente desafiar o conceito de música como conhecemos, com sons leves, latinoamericanos e transcendentais para você sentir, porque explicar não dá.

 

Tropkillaz

Prestes a lançar, no próximo mês, um novo vídeo com a rapper Karol Conká - com quem estouraram esse ano na produção da música Tombei - a dupla do Tropkillaz é muito mais do que quebradeira e videoclipe ostentação. A produção musical que começou em 2012 tomou proporção mundial muito mais rápido do que se esperava e hoje Tropkillaz é uma das principais referências de mixagem brasileira em todo o globo. É o primeiro da lista para se conferir.

 

Kas Dub

O álbum ONE, lançado em 2014, teve todas as músicas instrumentais criadas por Kas Dub, somado a isso O DJ segue firme nas parcerias com músicos nacionais da cena underground, como Maria Elvira e LittleCas, compondo absurdos sonoros, que mesclam o reggae e a psicodelia eletrônica às letras declaradamente brazucas, inspiradas na música de raiz nacional.

 

VigSound

O carioca Marcelo Vig trabalha se revezando entre o Rio de Janeiro e Londres, sabendo disso originalidade trabalhada pelo DJ começa a fazer algum sentido, já que o som não esconde a influência das pistas noturnas, mas segue mesclando elementos como o tambor - tanto de pele quanto digital - e a suavidade das vozes daqui. Diferente das outras apresentações até agora, Vig é mais focado no deep house à la PVT e parece querer infiltrar outros sons sorrateiramente no meio da música (consegue)!

 

MashmyAs$

Se você acha que ousa o bastante, ainda não conhece esse homem. Não basta mixar, o projeto Mashmyas$ quer apavorar unindo as misturas mais improváveis e farofa da música nacional e internacionais. Em comum o funk do morro carioca e o hip hop norte-americano trazem a proposta de mexer o máximo possível, sem censura, e o DJ sabe como explorar a arte da música esdrúxula altamente dançante. Um som dentro do outro, dificultando a identificação, mas facilitando remelexo e riso soltos.

 

Projetonave

Trabalhando com grandes nomes da música nacional, como Emicida, Síntese, Flora Matos, o Projetonave já atua há mais de 16 anos no ramo e hoje passou há muito de um simples projeto de mixagem para um grupo instrumental completo. As produções de mixtape ainda focam na batida pura e original do hip hop nacional, a cada novidade da banda, uma viagem pela riqueza da nossa música.