Brennand abre os portões para a música

Anunciaram no final do ano passado que O Rappa faria a gravação de seu próximo CD e DVD de inéditas em Recife, na Oficina Francisco Brennand. O Rappa todo mundo já conhece: banda carioca, cunho político, letras engajadas, fez bastante barulho no final dos anos 90, videoclipes premiados, o vocalista namorou a Deborah Secco, etc. O que muitos não conhecem e o que chama a atenção nessa história toda é o lendário artista plástico Francisco Brennand, pela primeira vez, abrir as portas e os ouvidos de seu “modesto”’ ateliê – quase uma cidadela artística – para deixar a música entrar. “A música, a arte num sentido geral, é um antídoto contra a morte”, já dizia ele.

Quem der um rolê por Recife qualquer dia, o Buda sugere dar uma folga para as praias e conferir a oficina de Brennand, parada obrigatória da capital pernambucana. Lá, o turista vai apreciar um imenso acervo de obras espalhadas em um império que o artista de 88 anos cultiva há mais de 40. Painéis, murais e esculturas de cerâmica dão o toque no lado externo, enquanto desenhos, quadros, pinturas, gravuras e peças de tapeçaria fazem o acabamento dentro dos monumentos abertos para visitação, que, se não bastasse, contam com um projeto arquitetônico de fazer babar. Tudo, absolutamente todas as peças, com influência do surrealismo, são de autoria de Brennand.

 
 

É uma pena, entretanto, que o nome de Francisco Brennand continue no hall de artistas esquecidos do Brasil. Isso é bem relativo, é verdade, mas não deixa de ser questionável se o ceramista/escultor/desenhista/pintor/ilustrador tem de fato o reconhecimento artístico que merece. E quando digo isso, não falo somente dos críticos ou estudiosos de arte, mas do público como um todo mesmo. Há uma cadeia de fatores que justificam seu provável ostracismo, mas certamente Brennand será lembrado no futuro e, desde já, deixa esse baita legado de sua arte.

A iniciativa d’O Rappa de transformar o local em palco para seu próximo acústico também é um chamariz e uma forma de colocar o holofote sobre um dos grandes artistas brasileiros do século XX.

Pra conhecer mais sobre Brennand: http://www.brennand.com.br/

E para ouvir o primeiro single do CD, que será lançado ainda neste semestre, basta dar o play.